sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Campanha contra os preços do Velox no interior que são desproporcionais e injustas pela velocidade máxima ofertada de banda larga

Na capital da Bahia Salvador onde a Oi já oferece ao consumidor até 8 mega e o preço do mega bem mais em conta do que no interior que se quiser fique com um mega e nem funciona em todos os bairros e cidades, agora com a chegada da GVT os preços vão ficar ainda mais diferentes e desproporcionais, pois por causa da concorrência a Oi/Telemar está investindo mais de 6 bilhões de reais em infra-estrutura e a partir de Dezembro vai oferecer em salvador as novas velocidades conhecidas como ultra banda larga de 14, 20, 40, 60 e 100 Mb/s no velox ultra enquanto aqui no interior se vire com um só mega pelo mesmo preço que se pagaria a velocidade entre 14 e 20Mb/s. Quando a velox ultra chegar em salvador o preço médio por mega será de entre 5 e 6 reais enquanto aqui no interior com cidades importantes como Feira, Barreiras, Vitória, Juazeiro e Paulo Afonso ficarão com no máximo hum mega pelo preço de R$ 159,00. A velocidade ultra banda larga já é oferecida em recife e partir de Dezembro de 2009 chega a Salvador, Rio de Janeiro, Fortaleza, Vitória, Vila Velha, Contagem e Belo Horizonte. Vejas as comparações e o resultado da análise:
Comparação de preços

Banda | Recife | Preço por Mb/s |
300k= ..... x.................... x
600k= ..... x.................... x
001m=..... x.................... x
002m= 59,90............. 29,95
004m= 69,90............. 17,47
008m= 79,90............. 9,98
014m= 109,90............7,85
020m= 199,90............9,99
040m= 259,90............6,50
060m= 329,90............5,50
100m= 529,90............5,29


Na comparação por preço por Mb/s é possível visualizar com mais clareza o quão é absurdo os preços cobrados por Mb/s quando comparamos os preços normais do velox das cidades do interior para as capitais. Já no interior um link de 300k é oferecido pelo preço comum a R$ 69,90 o mesmo preço que é praticado em Recife só que para um link 13 vezes maior e fora que essa comparação está sendo feita entre as cidades do interior de todos os estados. Quando se compara o que existe em outros países em termos de banda larga não é fácil não ficar indignado nos EUA, cada mega sai em média por US$ 3 e, no Japão em média, US$ 0,27. Quando a ultra banda larga chegar em salvador pela Oi e demais cidades os preços ficarão semelhantes aos do Recife e as velocidades que são oferecidas para o interior nem existirão mais nestas cidades. Na cidade do Rio de Janeiro que ainda nem possui a ultra banda larga já não é mais oferecida as velocidade menos de até 1 mega. O que eu gostaria de ver é que começasse a ser comercializado no interior as velocidades que podem ser exploradas pelo Adsl na versão 1.0 que são até 8 mega como até agora é a velocidade máxima ofertada em Salvador e muitas outras capitais. E o pior é que nestas cidades a partir do dia 03 de dezembro está chegando a velocidade 100 mega, essas diferenças de velocidade vão se acentuar ainda mais e espero que pelos menos chegasse também no interior um pouco mais de velocidade como chegou a salvador há um pouco de tempo atrás explorando ao máximo a tecnologia já existente.

Por mais que Oi/Telemar diga que é realidade de mercado e que a demanda nesses lugares é maior o que ela não diz é que no ano passado a Brasil Telecom foi comprada pela Oi/Telemar que já oferecia mesmo nas cidades do interior dos estados velocidades superiores a um mega como as empresas agora são uma só ela teve que assumir o compromisso com a velocidade e preço que a antiga Brasil Telecom praticava enquanto na área original da Oi que foi com esses clientes que ela conseguiu erguer o seu capital, temos conexões mais caras e não é possível navegar com mais velocidade. Talvez o problema não seja demanda nem mercado, pois ela começa investir após a entrada da GVT no mercado o que falta é a concorrência entre as empresas e opções melhores de escolha a GVT já entra no mercado oferecendo conexões de até 100 mega enquanto isso a Oi responde milagrosamente baixando os seus preços e aumentando as velocidades só que no interior não existe concorrência suficiente que embata a Gigante Oi/Telemar/Brt essa empresa já atua em todo o Brasil e só não possui linhas telefônicas e banda larga no Estado de São Paulo o restante a concessão pertence a Oi.

Com cada vez mais sites interativos e que exigem muita banda como os vídeos em sites de notícias e pelos sites como youtube, podemos concluir que mesmo com a inclusão digital se popularizando com conexões um pouco mais rápidas do que as conexões discadas acaba no final não adiantado nada espalhar essas conexões mais rápidas se as velocidades no fim se tornarão equivalentes a conexões discadas. Seria a mesma coisa que oferecer computadores baratos com preços baixos para todos só que lentos e com pouca memória RAM enquanto temos aplicações que somente rodam bem em computadores com pelos menos 1 GB. Da mesma forma que não se concebe computadores abaixo de 512 MB de RAM também não e possível participar e navegar na internet plenamente da forma que é hoje com menos de 1 Mb/s.

O deputado Álvaro Gomes (PCdoB) lança uma campanha contra os preços abusivos do velox, através de projeto de lei e ação judicial, e conta com a sua adesão. Para mais informações e participar do abaixo-assinado acesse: http://www.portaldoalvaro.com/abaixoassinado/

Velox

Referências
http://www.estadao.com.br/noticias/tecnologia+link,falta-de-cobertura-e-preco-impedem-popularizacao,3150,0.shtm
http://www.novaoi.com.br
http://www.portaldoalvaro.com


Marcelo Magno
Técnico Informática
Bacharelando em Administração de Empresas (Fasete)
Blog: http://www.portaltecinformatica.blogspot.com/
http://www.mundomswindows.blogspot.com/

Um comentário:

rpmesquita disse...

Concordo em grau, número e gênero. O que muitas pessoas não sabem, é que não depende nem um pouco de infra-estrutura, pois neste exato momento em que escrevo, tenho uma conexão de 6mb na cidade de Itabuna, na Bahia, onde o máximo ofertado pela Telemar é 1mb. Tudo depende de liberação de sinal na central, que fica no RJ. Consegui essa velocidade através do tão conhecido - e temido - upgrade de velox, o que, diga-se de passagem, é ilegal, mas infelizmente a única forma de se conseguir uma velocidade um pouco maior. A maioria das cidades de interior já possuem capacidade para 8mb ou mais, dependendo das qualidades das linhas telefônicas, mas a Telemar, por algum motivo escuso, não oferta isto aos clientes do interior. É verdadeiramente uma merda. :D